Procure aqui a sua receita

Pesquisar

Formulário de pesquisa

Partilhe a sua receita! Saiba como aqui

Receba a Newsletter!

Votação

Tem Bimby?

Top chefs

292 Pontos
227 Pontos
85 Pontos
53 Pontos

Pergunte aos Chefs!

Tem alguma dúvida e gostaria de saber a resposta de um Chef d’ “As minhas receitas”, deixe aqui a sua pergunta!

Está aqui

 

Como preparar rissóis de carne

Os rissóis de carne são uma excelente opção para aproveitar as sobras das carnes e de conseguir, de forma rápida, uma refeição económica, saborosa e simples de confecionar. Saiba como preparar rissóis de carne e fique a conhecer o que nunca deve faltar para a realização deste aperitivo!

O que nunca pode faltar para fazer rissóis de carne

Sem carne não existem rissóis de carne. Sem farinha não se faz a massa para os rissóis. Por isso pode dizer-se que carne e farinha são os dois ingredientes obrigatórios para a confeção deste prato saboroso e tradicional. De igual forma os ovos, o pão ralado, o leite, água ou leite e o óleo indispensável para a fritura dos rissóis nunca podem estar ausentes.

Ingredientes para a massa dos rissóis de carne

  • 1 tigela de farinha de trigo (+- 200 g)
  • 1 colher de sopa de margarina ou manteiga
  • 1 tigela com 2 dl de água
  • Casca de limão para apaladar
  • Sal na quantidade suficiente

Ingredientes para o recheio dos rissóis de carne

  • 300 g de carne cozinhada
  • 2 Ovos
  • Margarina ou manteiga
  • 1 colher de sopa de farinha de trigo
  • 2 dl de leite, água ou caldo de carne dependendo do gosto
  • Salsa picada fininha
  • Pão ralado

Modo de preparação da massa dos rissóis de carne

A massa é muito fácil e rápida de confecionar. É preciso levar ao lume uma tigela com 2 dl de água, com a casca do limão e uma colher de sopa de margarina e sal q.b. Aguarda-se até a margarina derreter e a água ferver por 3 minutos. Retira-se do lume e adiciona-se a farinha peneirada de uma só vez. Mexe-se com uma colher de forma enérgica e leva-se de novo a lume brando, sem parar de mexer, até que a massa se descole das paredes do tacho e comece a ganhar cor. Nessa altura apaga-se o lume e a massa está pronta.

Modo de preparação do recheio dos rissóis de carne

Primeiro há que picar muito bem a carne cozinhada até que esta fique em pequenos pedaços. Depois derrete-se a margarina num tacho e adiciona-se a farinha mexendo bem. Peneire primeiro a farinha para evitar a formação de grumos e depois passe tudo pela varinha mágica para resolver todos os problemas. Junte depois a água, leite ou caldo de carne como preferir. Acrescente a salsa picada e a carne picada em pedacinhos minúsculos. Mexe-se tudo muito bem e assim que se conseguir um preparado homogéneo a massa dos rissóis está terminada.

Modo de fritura dos rissóis de carne

Deixe arrefecer a massa e o recheio e dê início à fase final da confeção dos rissóis. Retire pedaços de massa e espalme-os em cima de uma mesa polvilhada com farinha. Estique a massa e com a ajuda de uma chávena desenhe as tradicionais rodelas em formato de rissol. Recorte as rodelas com a ponta de uma faca e coloque uma colherada de recheio no centro de cada rodela. Tenha cuidado para não colocar demasiado recheio que dificultará a montagem do rissol. Faça unir as pontas da rodela de massa, calque com os dedos todo o rebordo do rissol, e para que não se descolem ao fritar humedeça as bordas com clara de ovo. Passe cada rissol por pão ralado e pelos 2 ovos batidos. Leve os rissóis ao lume em óleo brando e deixe alourar de ambos os lados. Retire, coloque a escorrer sobre papel absorvente e sirva acompanhado de um bom arroz de tomate ou apenas com arroz seco e salada.

Existem várias outras receitas de rissóis de carne onde os recheios são elaborados com mais de uma variedade de carne, enriquecidos com cebola picada e alho e onde o pão ralado é substituído por farinha. Mas, essencialmente, a forma de fazer rissóis de carne nunca apresenta muitas variações, e quem os sabe fazer de uma maneira consegue fazê-los de todas.

Os rissóis de carne são uma das mais tradicionais formas de aproveitar sobras de carne de anteriores refeições e num tempo em que a economia aconselha contenção e reciclagem até nos alimentos, esta é uma excelente forma de unir o melhor dos dois mundos.

Classifique este artigo: